Professores são-marquenses da rede pública falam sobre razões de greve

Professores da rede estadual: “Estamos hoje lutando muito mais pela nossa dignidade do que pelo salário”

Na manhã desta quinta-feira, dia 5 de outubro, cinco professores da rede estadual de ensino de São Marcos estiveram nos estúdios da Rádio Diplomata falando sobre a greve que perdura de forma integral ou parcial em todas as escolas públicas do município. A greve inclui, ainda, a Escola Estadual João Pilatti, na Criúva.

A greve dos professores estaduais do Rio Grande do Sul completa um mês nesta quinta-feira e segue sem previsão para terminar. Isso porque a principal reivindicação da categoria, que é referente ao parcelamento de salário dos servidores, não foi atendida, e duas medidas cogitadas pelo Piratini causaram mais insatisfação em servidores, aumentando a polêmica em torno do assunto.

Confira entrevista com os professores Renata Soldatelli, Izabel Mussatto Rizzon, Marilvane Mascarello, Laura Cardozo Perozzo e Carlos Rizzon.

      Renata Soldatelli
      Izabel Mussatto Rizzon
      Marilvane Mascarello
      Laura Cardozo Perozzo
      Carlos Rizzon